A humildade para tentar e até errar faz parte do aprendizado.


A vida vem sempre nos ensinando que ao iniciarmos uma nova atividade ou fazermos uma tarefa pela 1ª vez “apanhamos” até pegarmos o jeito.

Mas quando atingimos certo grau dentro de uma hierarquia, ou mesmo na vida, não nos permitimos mais esta flexibilidade de tentativa e erro natural no processo de aprendizagem. Como consequência, diminuímos muito nossa capacidade de explorar novos caminhos, e tentar novas formas de trabalho.

Outra consequência observável é que só será tentado aquilo que é reconhecido como normal e logicamente que não fuja dos padrões existentes, restringindo a uma estreita margem a exploração de novas possibilidades.

Inversamente, quando assumimos nossa condição de eternos aprendizes, levamos esta atitude para a equipe, que também ao considerá-la natural, dá um novo sentido para as oportunidades percebidas, ampliando muito seu nível de aproveitamento.

O gerente que tem essa atitude estabelece uma relação desafiadora com o futuro, sempre surpreendendo os seus clientes e a sua própria equipe.

Ação do dia


Diante de uma nova tarefa, por mais simples que seja, assuma a postura de aprendiz reconhecendo sua dificuldade em realizá-la plenamente, mas tendo a certeza que a cada dia seu performance melhorará, até seu completo controle




3 visualizações